dscn0087

Ainda dá tempo de conhecer o Parque Olímpico!

Ainda dá tempo de conhecer o Parque Olímpico! Separamos algumas dicas para você que vai curtir algum jogo Paralímpico neste final de semana e quer aproveitar para conhecer o Parque Olímpico! Aproveitem!!

Bia e Juju no símbolo das Paralimpíadas

Bia e Juju no símbolo das Paralimpíadas.

Stands – localização: Ao entrar no parque, passando pela arena principal do tênis, dá para ver o stand da Samsung, Megastore, Café e Mc Donalds sobremesas (não tem lanches do Mc, apenas sobremesas). Depois da arena da Natação (uma quadrada com desenhos em forma de ondas), virando a direita tem a Casa Bra (bradesco), Petrobrás, Nissan, Skoll, Coca-cola e Caixa.

megastore

Durante a semana não tinha nenhuma fila para entrar na Megastore.

Atrações:

–  Samsung:

Quem colecionou os pins Olímpicos a Samsung fez os Paralímpicos também! O stand tem uma experiência de realidade virtual, o tour dentro do stand dura por volta de 1h com apresentações do celular e simuladores virtuais. Não entramos, pois a fila estava sempre grande, e fazia muito calor. Mas fizemos as simulações quando estavam no Barra Shopping.

Fazendo a experiência completa ganha um pin Paralímpico. As meninas completaram os pins Olímpicos, mas como os paralímpicos só tem no Parque Olímpico e no Boulevard (não souberam me dizer se ainda tinha em Copacabana), esta coleção não conseguiremos fazer, infelizmente porque são bem bonitinhos! As atrações não podem entrar crianças muito pequenas, verifique na entrada da fila!

samsung

Bia curtindo a realidade virtual da Samsung no Barra Shopping.

Megastore:

A megastore tem muitos produtos, vale a pena entrar para passear, se não tiver uma mega fila. Não compramos nada, mas as meninas se amarraram em ver os desenhos na parede, as variedades de coisas. Bia ficou de olho nos pins para a coleção.

Elas já têm os bichos de pelúcias dos mascotes que adoram, foram comprados no Via Parque. A última vez que passei lá, ao comprar o Vinícius e o Tom ganhava o Ginga! Achei os preços do Via Parque mais em conta do que na Megastore, mas não tem todas as coisas.

Dentro da Megastore tem uma maquete do Parque Olímpico com a localização de cada arena.

Maquete do Parque Olímpico

Maquete do Parque Olímpico

img_6939

Adoraram passear na loja!

foto da bia e da juju com o tom

Tiraram fotos com vários desenhos na parede!!

Casa Bra (Casa dos Mascotes):

Fica logo após a Arena da Natação, embaixo de uma arquibancada vermelha. Só abre as 13h.

Na casa Bra tem os mascotes “de verdade” para tirar fotos. Ao entrar você ganha uma pulseira e eles tiram as fotos oficiais que podem ser baixadas da internet depois, eu não gostei muito da qualidade (pequena para impressão não ficará legal), se soubesse antes teria tirado com minha a maquina também.

No instagram de Dicas da Bia e da Juju tem um vídeo rápido do mascote.

Juju no basquete
Lá também tem um pódio para fazer foto, a toca do Vinícius e Tom para as crianças entrarem e interagirem com eles em um filminho. A gente curtiu bastante. No corredor de saída ficam o histórico das tochas olímpicas e ao final da casa bra tem a tocha verdadeira para tirar fotos com ela.

Carol com a tocha

Foto com a tocha olímpica na Casa Bra

Nissan:

Achei impossível de entrar! Em qualquer momento com qualquer tamanho de fila as funcionárias da Nissan vão dizer que a fila é de 4h a 5h!!! No sábado ficamos mais de 1h30 e andou muito pouco.

A logística deles é entrar 4 pessoas por vez e o circuito dura uns 10 minutos. Ou seja, fila interminável. Em todas as vezes que fomos ao parque não conseguimos ir. Parece interessante, tem brincadeiras e atividades esportivas na parte de cima e depois desce por um escorrega lá do segundo andar para o térreo para dentro de uma piscina de bolinhas. Juju queria muito ir, mas não rolou. Ao final do circuito tem de brinde uma Canga da Nissan.

Minha sugestão é entrar na fila em grupo, e sair de poucos em poucos para ver as outras coisas e ir revezando. Mas é bom sempre aparecerem todos juntos para não acharem que o resto chegou tarde e está furando fila.

Coca-cola:

Tem sempre uma fila grande, mas até que ela anda relativamente bem. Dentro do stand tem a tocha para tirar foto (nem tirei aqui, pois já tinha tirado na Bradesco), um caminhão para subir e tirar foto, um bar que dá uma coca-cola para cada pessoa com a garrafinha dourada (não pode escolher o sabor, vai na ordem que descer do tubo, mas vem tão geladinha que qualquer uma serve! Tem normal, zero e a “verde”).

Ao final tem o acesso à loja da coca-cola, com pins, bonés, camisetas, abridores de garrafa e etc. Como a Bia está na vibe dos pins a vez que fui sozinha trouxe 6 para ela e esta semana ela escolheu mais 6. Tem promoção: a cada 3 pins você ganha mais 3! Compramos os pins mais baratos que são R$ 25,00, ou seja, pagamos R$ 75,oo nos 3 e ganhamos mais 3. São muito bonitos, dá vontade de levar todos!

Dentro da loja tem uma galera trocado pin, mas como são da coca-cola eles só trocam pins da coca, tem muitos legais para trocar!! A questão é que a Bia levou repetidos de outras marcas e não trocaram, quando ela comprou os dela, ficou um tempão escolhendo aí também não quis mais trocar… se tiver repetido em casa levem, pois no parque várias pessoas trocam.

Ah! Se não estiver interessando na garrafinha dourada, pode só conhecer a lojinha, tem uma entrada na lateral direto para ela.

Caminhão da Coca Cola

Caminhão da Coca Cola

garrafas da coca cola e pins

Garrafas que consegui, faltou a zero! Primeiros pins comprados.

Caixa econômica:

Este stand é novo, não tinha nas Olimpíadas. Adoramos!!!

Têm  várias filas diferentes, você escolhe o esporte e entra na fila correspondente: Corrida, Vôlei sentado, Basquete de cadeira de rodas, futebol para cegos e bocha com cadeira de rodas. A criança e adulto podem experimentar estes esportes.

Domingo fui com a Juju na Bocha e a Bia foi com um amiga no vôlei sentado, na terça fomos todos no basquete de cadeira de rodas. Se quiser conhecer diferentes esportes tem que entrar na fila novamente.

Ao final de cada esporte você ganha um broche da Caixa com 1 dos esportes (não necessariamente o que você foi). Coloaremos a foto do broche no Instagram do Mini Aventureiros, fique de olho lá também!

Carol na cadeira do basquete

No basquete tem 3 chances para tentar a cesta, Acertei 2!!!

img_6834

Juju no basquete!

Skoll:

Tem Dj em alguns momentos e vira meio que uma boite aberta, passei perto várias vezes, mas não me animei a entrar para ver  melhor. Para criança não acredito que tenha atrativo, mas se alguém foi e gostou diz nos comentários!!

Petrobrás:

Não cheguei a entrar, vi de fora que dá para tirar foto com um painel da canoagem, e alguns outros painéis. Tem tanta coisa para ver e para fazer, que não tem como entrar em todos.

Algumas dicas:

– Tomamos várias cocas-colas dentro da arena, em meu último dia de Parque tomei uma do lado de fora, na praça de alimentação, e ganhei um copo! Só do lado de fora que ganha o copo da coca-cola (o meu foi da abertura, não sei  se tem diferentes).

– Levar 2 sacos de lixo (sacolas de mercado): 1 para colocar lixo, 1 para colocar os copos que quiser levar de volta (para os adultos, se for beber cerveja e quiser colecionar o copo da Skol, coloca no saco e não molha a mochila!) ou as garrafinhas douradas do stand da coca-cola, pois vem sem tampa.

– Para tirar fotos das logos que ficam pelo parque tem sempre fila para chegar perto e tirar uma foto exclusiva. Pode tirar de longe sem atrapalhar ou ficar na fila e tirar uma sozinho, o que não vale é não entrar na fila e atrapalhar quem ficou um tempo para tirar a foto.

dscn0087

Não esquecer:

– O Parque Olímpico quase não tem sombra, não deixe de levar boné, filtro solar e beber bastante líquidos.

img_7037

Terça-feira por volta de 14h… não tem sombra! O Parque estava cheio mas quem não estava nas arenas procuravam os stands e poucos lugares com sombra.

– Usar sapatos muito confortáveis, anda-se muito lá! Para quem tem dificuldade de locomoção, está com idosos ou crianças de colo tem pontos de carrinhos de golfe que auxiliam.

– Os tickets de bebidas e comidas de dentro da arena não valem para fora da arena e vice-versa. Nem os carrinhos que ficam andando para os quiosques fixos. Comprei uma coca-cola no carrinho e fui pegar no quiosque (ambos da coca-cola) e não aceitaram. Tive que achar o cara que comprei o ticket, pegar o dinheiro de volta e comprar em outro lugar (eu queria a zero).

– Se estiver com cara de chuva ou se levar guarda-chuva para proteger do sol,  tem que ser os pequenos. Guarda-chuvas grandes com ponta de metal não entram.

Aproveitem ao máximo e depois contem as aventuras!! Vamos torcer por nossos atletas!

#miniaventureiros #parqueolimpico #paralimpíadas2016 #paralympics #torcidaminiaventureiros
#standsdoparqueolimpico #cocacola #samsung #caixaeconomica #casadosmascotes #bradesco

Rio_Paralympics_2016

Paralimpíadas esportes para cegos

Por dentro das Paralimpíadas!

Rio_Paralympics_2016

Nas Olimpíadas vemos os melhores atletas do mundo em diversas competições, e nas Paralimpíadas vemos o que? A mesma coisa, os melhores atletas do mundo em diversas competições. A única diferença é que estes atletas possuem algum tipo de deficiência e as regras e tipos de modalidades são adaptadas para cada tipo de condição.

Vivemos em um mundo carente de fazermos as coisas de modo mais justo. As lutas não tem que ser por igualdade pura e simples, e sim por uma igualdade de condição. Onde todos tenham acesso as ferramentas necessárias para se desenvolver e conquistar os objetivos desejados.

Uma competição entre uma pessoa cega com outra que enxerga perfeitamente, seria igualdade, mas seria justo?  Já fazer uma Olimpíada especialmente para determinadas deficiências é justo, estão competindo em igualdade de condições, com regras e campos adaptados para fazer estes campeões brilharem e, como nas Olimpíadas, podem dar o seu melhor representando seus países e conquistando não só medalhas e sim uma constante superação de seus próprios limites.

As Paralimpíadas da Rio 2016 tem 23 esportes, não daria para falar de todos em apenas um post, escolhemos 3 modalidades da categoria exclusiva para cegos para começarmos a conhecer melhor e fazermos a nossa torcida!

Goalball

É um esporte onde o jogador arremessa uma bola com as mãos no gol do adversário. Cada time joga com três jogadores e todos os atletas usam vendas nos olhos. A duração é de 2 tempos de 12 minutos cada. A bola possui um guizo para que os jogadores possam a localizar e defender.

Curiosidade: Goalball não é um esporte adaptado, ele foi inventado pelo austríaco Hanz Lorenzen e pelo alemão Sett Reindle, em 1946 especificamente para os cegos.

Os ingressos do Goalball estão a partir de R$ 10,00 vale a pena conhecer e torcer!

Goalball_vid_Paralympics_i_Aten

Por Helene Stjernlöf – http://www.handikappidrott.se/t2.aspx?p=140926, Copyrighted free use, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=3825825

Futebol de 5

É o futebol tradicional adaptado para cegos e deficientes visuais, o campo é menor e são 5 jogadores de cada lado, sendo que 1 é o goleiro. O goleiro é o único jogador que pode não ter nenhuma deficiência.
A bola contém guizos para que possa ser localizada e cada time pode ter um técnico e um guia localizados fora do campo que podem dar orientações.

CPB/divulgação

CPB/divulgação

Cada jogo possui 2 tempos de 25 minutos cada.

Você sabia? A equipe brasileira foi campeã de todas as edições dos Jogos Paraolímpicos desde a estreia do futebol de cinco, em Atenas-2004.

Judô

Outra modalidade apenas para cegos é o Judô,  é praticamente a mesma das Olimpíadas, com alguns ajustes para que os cegos possam competir.

Algumas diferenças são:
– A posição inicial já é com contato colocada pelo Juiz da prova;
– Não tem penalidade caso os competidores saiam da linha;
– Eles precisam estar em contato o tempo todo, caso separem o juiz auxilia.

Quando o Judô começou nas Paralimpíadas era apenas a competição masculina, mas em Atenas 2004 passou a contar com as duas categorias.

Fernando Maia/CPB imagem retirada do Portal Rio 2016.

Fernando Maia/CPB imagem retirada do Portal Rio 2016.

Você sabia que o brasileiro Antônio Tenório é o maior medalhista nesta modalidade, com 4 medalhas de ouro e uma de bonze?

Além destas os cegos ou deficientes visuais também competem em modalidades de atletismo e natação.

Curiosidade:  Nas modalidades para cegos, todos os atletas utilizam uma venda ou no caso da natação, um óculos preto, pois como existem mesmo existindo diversas categorias de deficiências dentro da modalidade, isto garante a igualdade de condições.

Agora é comprar ingressos, ou se não estiver no Rio, juntar os amigos na frente da TV e torcer para os brasileiros da competição!

Lembrando que quem quiser saber mais sobre o assunto, tem todas as modalidades das paralimpíadas explicadas no site:
Brasil 2016

Para conhecer um pouco mais sobre cegos e deficiência visual, como ajudar, dicas para tornar seus produtos acessíveis para todos, palestras e matérias sobre inclusão, a Fundação Dorina Nowill tem um belíssimo trabalho que pode ser visto clicando aqui. Tivemos acesso a alguns dos livros de leitura compartilhada e são fantásticos, o correto seria que todo livro publicado pudesse ter uma versão em Braile e com letras maiores para quem não é cego, mas tem visão comprometida. Para ver nossa matéria sobre os livros clique aqui.

#miniaventureiros #timebrasil #paralimpíadas2016 #rio2016 #jogosparalímpicos
#torcidaminiaventureiros #esportesparacegos #paralympics2016 #fundacaodorinanowill